Dicas

23
out
dicas de como fazer a bota de segurança durar mais

5 dicas de como fazer a bota de segurança durar mais

A bota de segurança é um dos itens indispensáveis para quem trabalha exposto a riscos ocupacionais. É de responsabilidade das empresas fornecerem esse equipamento em ótimo estado de conservação e, como rege a lei, elas precisam entregar e oferecer o treinamento de uso específico ao produto. Fica então, por conta do trabalhador conservar e usá-la corretamente. Aprenda agora como manter seu EPI bem cuidado, garantindo assim a sua segurança!

Formas simples de como cuidar de sua bota de segurança 

Manter uma bota de segurança bem conservada não é somente questão de estética. Quando bem cuidada sua vida útil aumenta, ela se torna mais resistente, aumentando também a garantia de segurança em diversas situações. 

Este tipo de bota protege o trabalhador contra acidentes envolvendo quedas de objetos, evita que produtos químicos causam queimaduras além de impedir acidentes com perfurações em obras. 

Para te ajudar a não comprometer as condições de seu EPI, veja instruções e fique em dia com a conservação de seu equipamento: 

  1. Limpeza

Para as botas de couro, é importante não lavar o calçado em água corrente, pois pode ressecar seu material e incentivar a reprodução de bactérias. Ao contrário disso, use pano úmido e deixe secar na sombra. A bota de microfibra também deve secar longe do sol e sua limpeza deve ser com água e detergente neutro. Enquanto isso, para a bota de PVC use detergente e água corrente no lado de fora e com auxílio de um pano úmido tire o excesso de sujeira. Para tirar riscos coloque um pouco de azeite de oliva em um pano e passe sobre ela. Seque na sombra e para intensificar a secagem coloque folhas de jornal dentro das botas, esse processo absorverá a umidade. Limpar a parte interna também é essencial, use talco e passe pano para certificar que não há resíduos de materiais que possam machucar os pés.

  2. Reveze o uso

Qualquer calçado utilizado com grande frequência tem a tendência de sofrer desgastes mais rapidamente. Então se possível, tenha mais de um calçado para alternar o uso além de ter dois pares ou mais de palmilhas para “descansar um produto” enquanto utiliza o outro. Evitar o uso diário também auxilia para que a bota atue eliminando naturalmente o suor que absorve. 

   3. Secagem

Após higienizar sua bota de segurança devidamente é hora de colocá-la para secar. Neste momento é preciso não ter pressa, deixe-a secando naturalmente na sombra em local fresco, pois o contato com o sol pode danificar o material do equipamento e sua flexibilidade. A mesma regra serve para as palmilhas e cadarços, no caso das botas de couro. 

  4. Meias

A primeira orientação em relação a meia é: use. O pé transpira durante o dia naturalmente, havendo o contato direto com o material da bota por muito tempo pode danificar o material e causar mal cheiro. Use preferencialmente meias de algodão, pois esse tecido absorve muito bem o suor. Lave seu equipamento ao fim do expediente e não repita o uso das meias por vários dias.

  5. Armazenamento 

O calçado respira enquanto não é utilizado, por isso é importante mantê-lo em um local arejado para que receba oxigênio e se livre da umidade que adquiriu durante o uso. Cheque se o local está limpo e organizado e, no caso de armários onde todos os funcionários guardam juntos, procure mantê-los com cerca distância, para evitar a troca de pares e a passagem de bactérias de um para o outro.  

Dica extra da MixSeg

Seja qual for o material de sua bota de segurança, é fundamental manter a disciplina para fazer da limpeza e conservação de seu equipamento algo natural em sua rotina de trabalho. Claro que, quando a bota é de qualidade esse EPI vai durar muito mais. É por isso que, nós da MixSeg fornecemos produtos personalizados e desenvolvidos com alta tecnologia para te proporcionar muito mais durabilidade.

Faça um orçamento com a nossa equipe e comprove. Sua segurança começa aqui!

Últimos posts

14
nov

Conheça a NR 6: Os direitos e deveres sobre os EPI’s

Se você trabalha em uma empresa com riscos ocupacionais é provável que já tenha a rotina de usar os equipamentos de proteção individual que são indispensáveis para garantir sua segurança. Contudo, muitos desconhecem as diretrizes presentes na nr 6 que contém regras sobre uso, treinamento e fiscalização, por isso, veja agora o que diz esta […]

Continuar lendo

14
nov

Mapa de Risco: Entenda como funciona e sua importância

Você já reparou em um mapa com o layout do local onde você trabalha dispostos em alguns locais na empresa? Ele se chama mapa de risco e é feito para representar os perigos presentes em seu ambiente de trabalho. Embora seja muito útil para evitar acidentes, se você não souber “ler” esse mapa direito, pode […]

Continuar lendo

25
set

O que é a Linha Viva e quais são os seus equipamentos?

A Linha Viva é uma técnica desenvolvida nos Estados Unidos com o intuito de reduzir os acidentes que aconteciam com profissionais que trabalhavam em contato com a rede elétrica. Dessa forma, ela transformou o segmento, permitindo a realização de instalações e procedimentos em sistemas energizados de maneira mais segura. Para garantir isso, foram desenvolvidos os […]

Continuar lendo

12
set

Uniformes Profissionais: por que investir?

Não é novidade para ninguém que a imagem de uma empresa é representada pela sua equipe, ou seja, a forma como os colaboradores se apresentam diz muito sobre o negócio. Dependendo da área de atuação da sua companhia, uma ótima dica para aumentar a sua credibilidade é investir em uniformes profissionais. Sem dúvidas, uniformizar a […]

Continuar lendo

12
set

Guia definitivo sobre os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’S)

Você sabe o que são os Equipamentos de Proteção Individual, os populares EPI’S? Presente no dia a dia de muitos profissionais, esses acessórios não são conhecidos plenamente por todo mundo. Com isso em mente, sesse artigo, trazemos um guia definitivo sobre a importância desses equipamentos para a segurança de profissionais de diferentes segmentos, como elétrico, […]

Continuar lendo